Idiomas

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

19 de junho de 2017

O retrocesso é inaceitável


   O retrocesso é algo inaceitável na vida de um vencedor. Permita-se visitar o solo do passado somente para auto-avaliação a fim de que, não venha cometer os mesmos erros, mas jamais faça isto, sem um fundamento claro, pois você pode se distrair e perder o foco no qual se encontra. Entenda que a vida não para e o retrocesso é a via escolhida por aqueles que se conformam com a realidade de vida que possuem. O nosso passado pode ter sido marcado por inúmeros momentos adversos como: fundo do poço, depressão, traumas, fome, abandonos, rejeição, doenças etc.  Contudo, é fundamental que se saiba que para muitos, o fato de se ter vivido algum ou alguns problemas é o fim, já para tantos outros é uma grande oportunidade de recomeço. Acredite em você e faça a diferença. Por gentileza, antes de continuarem a leitura, assistam ao vídeo abaixo:



    Para tudo na vida há uma ação e uma reação e a vitória ou as vitórias que tanto almejamos vai depender da maneira como enxergamos e agimos a cada circunstância. A questão é que as dificuldades se agigantam para muitos por conta dos pensamentos negativos e por não fazerem nada para vencerem a si mesmos e assim não se auto-sabotarem a cada obstáculo apresentado pela vida. Quando conseguimos perceber nas dificuldades um meio para a aquisição de experiências e vitórias os resultados são outros. Ao longo da vida, milhares de pessoas são levadas a desertos cujos quais, jamais poderiam imaginar. Contudo, penso que, o deserto das angústias, depressões, medos, abandonos, desilusões, desassossegos dentre outros, são uma verdadeira escola de aprendizagem para a evolução do ser humano. Digo isto, com conhecimento de causa, pois de obstáculos em obstáculos que aprendi a compreender a vida de diferentes maneiras, a enxergar meus erros, a corrigir-me, deixar de lado os meus achismos e a tornar-me diretor da minha vida e não um mero coadjuvante. Isto fez com que eu não só entendesse o quanto somos falíveis, mais também que somos seres em constante processo de construção e evolução, uma vez que estamos nesta vida para aprendermos uns com os outros. Portanto, nunca se esqueçam de que é muitas vezes, no fundo do poço das necessidades e incertezas que temos a chance ímpar de encontrarmo-nos com nós mesmos, ou seja, com o nosso eu e, sobretudo de conversar com Deus, independente de religião. 

   Conclusão, nunca perca o seu foco e não permita que os resquícios de um passado possam influenciar de forma negativa o seu presente ,e consequentemente o seu futuro. Elime qualquer mágoa, tristeza, trauma buscando em si e, sobretudo em Deus a solução. Certo dia, um filósofo francês: Jean-Paul Sartre disse: "Não importa o que o passado fez de você. Importa é o que você fará com o que o seu passado fez de você". Reflitam e tenham um excelente dia!!!



João Luciano Silva da Costa.